You dont have javascript enabled! Please enable it!

O efeito do vocabulário Inglês na fala

Ao aprender um novo idioma, podemos dizer que o vocabulário é mais importante do que qualquer outra coisa: compreensão de leitura, compreensão oral, fala, escrita, ortografia e pronúncia. A palavra-chave é “vocabulário” se os alunos quiserem usar o Inglês de maneira útil. 

Os alunos serão testados em seu vocabulário toda vez que encontrarem um falante nativo, ouvirem sua música favorita em Inglês, assistirem a um filme sem legendas, escreverem uma carta para um amigo ou enviarem uma mensagem de texto. 

Falando sobre a importância do vocabulário, o lingüista David Wilkins diz que “sem regras gramaticais pode-se fazer pouco progresso, mas sem vocabulário, nada”. Na verdade, as pessoas precisam de palavras para se expressar em qualquer idioma. Os alunos, muitas vezes, têm dificuldade em ser fluentes em Inglês e consideram as atividades de conversação e escrita cansativas. Isso ocorre porque eles sempre usam as mesmas expressões e palavras. Como resultado disso, sua fala é bloqueada e eles acabam sofrendo de falta de vocabulário, dificultando sua comunicação.

Alguns alunos, por outro lado, enfrentam esse problema procurando no dicionário palavras que não conhecem e usando técnicas para memorizar as expressões ensinadas pelos professores, resolvendo a falta de vocabulário. 

Quanto mais palavras os alunos aprenderem, mais fácil será para eles se comunicarem. 

O professor tem um papel importante no desenvolvimento do vocabulário dos alunos. Infelizmente, ensinar vocabulário não responde a perguntas suficientes e os professores não sabem exatamente como podem ajudar os seus alunos a memorizar mais expressões. 

O Método Direto e o Método Linguístico-Auditivo foram utilizados como duas técnicas de ensino e valorizaram as estruturas gramaticais. Algumas palavras são ensinadas nas aulas de gramática porque o sotaque e a pronúncia estão incluídos em seus tópicos. Essas palavras, porém, são limitadas justamente ao ensino das estruturas gramaticais. 

A maior mudança no ensino de Inglês vem do início dos anos 1970. O foco mudou do Método Direto e Método Linguístico-Auditivo para o Método Comunicativo, que enfatiza a importância do vocabulário. Os alunos foram cercados por novas palavras, apresentadas a eles durante essas aulas, e por atividades de conversação. Além disso, os alunos foram incentivados a falar em Inglês o máximo possível. 

Atualmente, temos mais liberdade para escolher qual método usar nas aulas de Inglês. O programa de ensino do idioma foi organizado em torno de estruturas gramaticais e de palavras. Os professores, geralmente, têm tempo suficiente para ensinar vocabulário e insistem na repetição porque há uma classe diferente para cada item do programa. 

O vocabulário não é mais tratado como um truque e os professores estão ainda mais conscientes de como é importante ensiná-lo. Pode-se trabalhar a gramática das palavras lidando com o arranjo e a contagem da sua frequência. Infelizmente, os alunos ainda acham a fluência e os rascunhos da fala cansativos.


error: Alerta: ALETERA: O USO NÃO AUTORIZADO E/OU A DUPLICAÇÃO DESTE MATERIAL SEM PERMISSÃO EXPRESSA E ESCRITA DO AUTOR E/OU PROPRIETÁRIO DESTE SITE É ESTRITAMENTE PROIBIDO! ENTRE EM CONTATO CONOSCO PARA MAIS ESCLARECIMENTOS.