“If” ou “Whether” Diferença entre eles, e como usá-los corretamente

Formar frases usando “if” e “whether” é comum em inglês, por isso, eles têm um lugar muito importante na gramática inglesa. Ambos os padrões estão relacionados a situações hipotéticas e de escolha. As construções com “if” e “whether indicam coisas que podem ou não ocorrer, dependendo de certas condições ou alternativas. 

If” é usado para falar sobre condições e situações hipotéticas, enquanto “whether” é usado para apresentar escolhas ou alternativas. Ambas as palavras têm funções distintas na construção das frases e devem ser usadas de acordo com o contexto apropriado. Para saber mais sobre a diferença entre eles veja a seção “Diferença entre if e wheter

Quando usar “If“?

Em inglês, “if” (que pode ser traduzido como ‘se’ em português) é uma conjunção condicional usada para expressar uma condição ou hipótese que deve ser cumprida para que algo aconteça ou seja verdadeiro. É uma das palavras mais importantes para formar sentenças condicionais em inglês. Aqui estão algumas situações em que você pode usar “if”:

1) ‘If’ é usado para descrever uma condição

If introduz o condicional, expressando eventos que ainda não ocorreram, e pode apresentar as condições nas quais uma ação será realizada.

[SUJEITO] + [VERBO NO FUTURO] + [IF] + [SUJEITO] + [VERBO NO PRESENTE]

Exemplos:

  • I’ll cook if you want me to. (Eu vou cozinhar se você quiser.)
  • They will show up to the party if Elena is not there. (Eles aparecerão na festa se Elena não estiver lá.)

2) Expressar incerteza ou dúvida

O padrão ‘if’ é um marcador de eventualidade ou condição, que enfatiza a incerteza. If pode ser usado para expressar dúvida ou incerteza sobre algo. Ele é usado quando a resposta a uma pergunta terá uma consequência na ação em andamento. Encontramos ‘if’ em orações subordinadas ou perguntas indiretas.

Exemplo:

  • I don’t know if he will come to the party. (Não sei se ele virá à festa.) 

3) ‘If’ é usado para descrever uma hipótese

If’ evoca um potencial ou uma eventualidade que pode se realizar no futuro.

Usado para expressar situações hipotéticas: “If I had more money, I would travel around the world.” (Se eu tivesse mais dinheiro, viajaria pelo mundo.)

[IF] + [SUJEITO] + [VERBO NO PRESENTE], [SUJEITO] + [WILL] + [BASE VERBAL]

Exemplo:

  • If John comes to the meeting, his boss will be happy. (Se João vier à reunião, seu chefe ficará feliz.)

Usado para descrever possibilidades futuras: “If it rains, the event will be moved indoors.” (Se chover, o evento será transferido para o interior.)

4) ‘If’ é usado para descrever um improbabilidade

If’ também pode descrever uma situação que atualmente não existe, que é irreal ou improvável. Aqui, ‘If’ carrega uma conotação de esperança.

[SUJEITO] + [WOULD] + [BASE VERBAL], [IF] + [PRETERIT MODAL]

[SUJEITO] + [WOULD] + [HAVE] + [PARTICÍPIO PASSADO] + [IF] + [PAST PERFECT]

Exemplos:

  • I would be happy if you came to the party. (Eu ficaria feliz se você viesse à festa.)
  • I would have been happy if you had come to the party. (Eu teria ficado feliz se você tivesse vindo à festa.)

Usado para fazer solicitações educadas: 

  • If you could help me, I would be grateful.” (Se puder me ajudar, ficaria grato.)

5) ‘If’ é usado em expressões idiomáticas

Algumas expressões idiomáticas em inglês usam “if” de forma fixa: If only (se ao menos), as if (como se), what if (e se), entre outras. É importante notar que essas expressões idiomáticas têm significados específicos e não podem ser interpretadas literalmente. “If only” expressa um desejo ou arrependimento, “as if” é usado para descrever uma ação que parece falsa ou improvável, e “what if” é usado para explorar possibilidades ou cenários hipotéticos. 

Exemplos:

  • If only I had studied harder, I would have passed the exam. (Se ao menos eu tivesse estudado mais, eu teria passado na prova.)
  • She acted as if she knew everything about the topic. (Ela agiu como se soubesse tudo sobre o assunto.)
  • What if it rains during the outdoor event? (E se chover durante o evento ao ar livre?)

Quando usar ‘Whether’?

Em inglês, “whether” é uma conjunção subordinada usada para introduzir uma escolha ou alternativa entre duas opções possíveis. É frequentemente usado para expressar incerteza sobre qual opção é verdadeira ou qual caminho seguir. Aqui estão algumas situações em que você pode usar “whether“:

1) ‘Whether’ é usado como indicador de escolha

Whether” é usado quando duas alternativas são possíveis. Em outras palavras, se sua questão envolve duas escolhas distintas, “whether” é a palavra a ser usada. A estrutura da frase é a seguinte:

[WHETHER] + [SUJEITO] + [BASE VERBAL] + [escolha 1] ou [escolha 2]?

[WHETHER] + [SUJEITO] + [BASE VERBAL] + [escolha] + [OR NOT]?

Exemplos:

  • Can you tell me whether you’re coming on Friday or Sunday? (Você pode me dizer se vem na sexta ou no domingo?)
  • Can you tell me whether you’re coming on Friday or not? (Você pode me dizer se vem na sexta-feira ou não?)
  • I’m not sure whether I should go to the party or stay home. (Não tenho certeza se devo ir à festa ou ficar em casa.)

2) ‘Whether’ é usado antes de um verbo no infinitivo

Você nunca encontrará frases com “IF” + um verbo no infinitivo. Sempre usará “whether“.

Exemplos com verbo no infinitivo:

  • John doesn’t know whether to go to the meeting on Monday. (João não sabe se vai à reunião na segunda-feira.)
  • She couldn’t decide whether to accept the job offer or not. (Ela não conseguia decidir se deveria aceitar a oferta de emprego ou não.)

3) ‘Whether’ é usado após uma preposição

At, in, between, until, out, of, since, for, before, to, by, from e about” são exemplos de preposições onde se deve usar “whether“.

Exemplo:

  • The boss had a conversation with John about whether he should come on Monday. (O chefe teve uma conversa com João para saber se ele deveria vir na segunda-feira.)

4) ‘Whether’ é usados em frases indiretas

Às vezes, em frases indiretas, você pode usar “whether” em vez de “if“.

Por exemplos:

  • He asked if I was coming” (Ele perguntou se eu estava vindo) também pode ser expresso como “He asked whether I was coming” (Ele perguntou se eu estava vindo).

Ambos estão corretos, mas “whether” é às vezes considerado mais formal ou preciso.

  • He asked whether they had finished the project on time. (Ele perguntou se eles tinham terminado o projeto a tempo.)
  • Do you know whether the store is open on Sundays? (Você sabe se a loja abre aos domingos?)

5) ‘Whether’ é usado com alguns expressões idiomáticas

Existem expressões fixas em que apenas “whether” é correto.

Por exemplo, “whether you like it or not” (quer você goste ou não) e “whether it rains or shines” (quer chova ou faça sol) 

são expressões comuns em inglês que não podem ser expressas com “if” (se).

“Whether or not”: Usado para introduzir uma cláusula com duas opções.

  • Whether or not she comes, the party will go on. (Venha ela ou não, a festa vai acontecer.)

“Whether it’s… or”: Usado para apresentar duas escolhas.

  • Whether it’s raining or sunny, we will have fun. (Esteja chovendo ou ensolarado, nós nos divertiremos.)

As diferenças entre ‘If’ e ‘Whether

As diferenças entre as estruturas são as seguintes:

Whether” é usado principalmente em frases subordinadas e geralmente vem antes da cláusula que apresenta as alternativas ou escolhas. Ele pode ser substituído por “if” em algumas situações, mas é mais comum em contextos em que as escolhas são explícitas ou quando estamos lidando com decisões ou incertezas. “Whether” não é usado para formar sentenças condicionais, mas sim para apresentar opções ou alternativas.

Whether” deve ser usado para expressar uma decisão entre duas possibilidades claras, ele é usado para apresentar escolhas ou alternativas.  A mesma regra não se aplica ao padrão para “if“.

Por outro lado, “if” está associado a condições e eventualidades, ele é usado para falar sobre condições e situações hipotéticas, que deve ser cumprida para que algo aconteça ou seja verdadeiro. “If” introduz uma cláusula condicional que indica o que acontecerá se a condição for verdadeira. “If” é usado para formar sentenças condicionais do tipo “se… então…”.

No caso de perguntas indiretas, “If” não é geralmente usado para introduzir perguntas, sendo correto o uso de “whether” em perguntas indiretas relacionadas a escolhas ou alternativas.

É importante escolher a palavra correta de acordo com o contexto e a estrutura da frase em que estão sendo utilizadas.

Como você pode ver existem diferenças sutis entre essas duas estruturas. Neste artigo, vamos aprofundar o assunto, apontando o uso apropriado de cada um deles, além de trazer exemplos de frases.

If’ vs ‘Whether’: Quando eles são intercambiáveis?

If” e “whether” podem ser usados indistintamente quando um deles é o sujeito ou objeto da frase. Para determinar se esse é o caso, veja se você pode fazer a pergunta “what”(o que).

Exemplo:

Do you know if Peter is coming? / Do you know whether Peter is coming (or not)? (Você sabe se Pedro está vindo?)

No entanto, existe uma diferença sutil de tom entre essas duas estruturas:

Let me know if you’re coming.

Let me know whether you’re coming or not.

No primeiro caso, o foco é na importância de informar a outra pessoa. No segundo caso, o foco é na resposta, assumindo que a informação será fornecida de qualquer maneira.

You cannot copy content of this page

>
×