Frases famosas de amizade em inglês

Atualmente, com o mundo online, podemos nos comunicar por meio de diversos aplicativos e idiomas, conhecendo pessoas e fazendo amizades. Palavras como amigo evoluiu para mano, querido, veio, etc. Alguns pensam que degenera o idioma, enquanto outros dizem que contribui e faz parte da evolução da língua. 

Graças às plataformas de exibição de séries de TV on-line, como Netflix, jogos on-line, sites de namoro e muitas outras plataformas, conhecemos amigos em vários em diversos idiomas. Se adicionarmos pessoas de diferentes idiomas com quem trabalhamos ou estudamos na vida social, aprender conceitos como amizade se torna realidade automaticamente. 

Neste artigo, vamos trabalhar conceitos familiares em profundidade e descobrir os pensamentos de filósofos, poetas e cientistas famosos sobre essas questões, e o que a amizade significa para eles.

Afinal a amizade tem um lugar na vida de todos e é um sentimento comum internacional. Por isso, definir a amizade pode enriquecer o pensamento e o praticar o inglês, afinal aprender uma língua significa dominar a cultura. Expressões idiomáticas ou palavras concisas incorporadas ao idioma contém muitas estruturas ou palavras gramaticais diferentes e são indispensáveis ​​em inglês.

Vamos seguir com algumas citações sobre amizade em inglês:

Few things have such a huge impact on happiness and the enjoyment, depth and plain fun of life as the friendships we have.

(Poucas coisas têm um impacto tão grande na felicidade e no prazer, profundidade e diversão da vida como as amizades que temos.)

“A real friend is one who walks in when the rest of the world walks out.” 

(Um verdadeiro amigo é aquele que entra quando o resto do mundo sai.)

– Walter Winchell

“Friendship is born at that moment when one person says to another, ‘What! You too? I thought I was the only one.”

(A amizade nasce naquele momento em que uma pessoa diz a outra: ‘O quê! Você também? Achei que era o único.)

– C.S. Lewis

“True friendship comes when the silence between two people is comfortable.”

(A verdadeira amizade vem quando o silêncio entre duas pessoas é confortável.)

– David Tyson

“How many slams in an old screen door? Depends how loud you shut it. How many slices in a bread? Depends how thin you cut it. How much good inside a day? Depends how good you live ’em. How much love inside a friend? Depends how much you give ’em.”

(Quantas batidas em uma velha porta de tela? Depende de quão alto você o fecha. Quantas fatias em um pão? Depende de quão fino você corta. Quanta coisa boa dentro de um dia? Depende de quão bem você vive ’em. Quanto amor dentro de um amigo? Depende de quanto você dá a eles.”)

– Shel Silverstein

“You can make more friends in two months by becoming interested in other people than you can in two years by trying to get other people interested in you.”

(Você pode fazer mais amigos em dois meses se interessando por outras pessoas do que em dois anos tentando fazer com que outras pessoas se interessem por você.)

— Dale Carnegie

Frases sobre a amizade de filósofos em inglês

Pensadores famosos também refletiram sobre a amizade e falaram sobre o apego íntimo da amizade, as coisas que podem acabar com a amizade e os benefícios que ela pode proporcionar às pessoas. Nós compilamos uma coleção dos mais conhecidos para você.

Aristoteles (Aristotelēs Nīkomakhou kai Phaistidos Stageiritēs) (384–322 B.C.):

Aristóteles mencionou três tipos diferentes de amizade no oitavo e nono livros de sua “Ética a Nicômaco”:

Friends for pleasure: Social bonds that are established to enjoy one’s spare time, such as friends for sports or hobbies, friends for dining, or for parties.

Friends for benefit: All bonds for which cultivation is primarily motivated by work-related reasons or by civic duties, such as being friends with your colleagues and neighbors.

True friends: True friendship and true friends are what Aristotle explains are mirrors to each other and ”a single soul dwelling in two bodies.”

“In poverty and other misfortunes of life, true friends are a sure refuge. The young they keep out of mischief; to the old, they are a comfort and aid in their weakness, and those in the prime of life, they incite to noble deeds.”

Amigos por prazer: vínculos sociais que são estabelecidos para aproveitar o tempo livre, como amigos para esportes ou hobbies, amigos para jantar ou para festas.
Amigos para benefício: Todos os vínculos para os quais o cultivo é motivado principalmente por motivos relacionados ao trabalho ou por deveres cívicos, como ser amigo de seus colegas e vizinhos.
Verdadeiros amigos: A verdadeira amizade e os verdadeiros amigos são o que Aristóteles explica que são espelhos um do outro e “uma única alma habitando em dois corpos”.
“Na pobreza e em outros infortúnios da vida, os verdadeiros amigos são um refúgio seguro. Os jovens ficam longe do mau hábito; para os velhos, eles são um conforto e auxílio em sua fraqueza, e aqueles na flor da vida, eles incitam a atos nobres.”)

William James (1842–1910):

“Human beings are born into this little span of life of which the best thing is its friendship and intimacies, and soon their places will know them no more, and yet they leave their friendships and intimacies with no cultivation, to grow as they will by the roadside, expecting them to ‘keep’ by force of inertia.”

(Os seres humanos nascem neste pequeno período de vida, cuja melhor coisa é sua amizade e intimidade, e logo seus lugares não os conhecerão mais, e ainda assim deixam suas amizades e intimidades sem cultivo, para crescer como quiserem à beira da estrada, esperando que eles ‘mantenham’ pela força da inércia.)

Cicero (Marcus Tullius Cicero) (106–43 B.C.):

“A friend is, as it were, a second self.”

(Um amigo é, por assim dizer, um segundo eu.)

Seneca (Seneca the Younger or Lucius Annaeus Seneca) (c.4 B.C.–65 A.D.):

“Friendship always benefits; love sometimes injures.”

(A amizade sempre beneficia; o amor às vezes fere.)

Francis Bacon (1561–1626):

“Without friends the world is but a wilderness.”

(Sem amigos o mundo é apenas um deserto.)

“There is no man that imparteth his joys to his friend, but he joyeth the more; and no man that imparteth his griefs to his friend, but he grieveth the less.”

(Não há homem que comunique suas alegrias a seu amigo, mas ele se alegra mais; e ninguém que comunique suas dores a seu amigo, mas ele se aflige menos.)

Jean de La Fontaine (1621–1695):

“Friendship is the shadow of the evening, which strengthens with the setting sun of life.”

(A amizade é a sombra da tarde, que se fortalece com o sol poente da vida.)

Euripides (c.484–c.406 B.C.):

“Friends show their love in times of trouble, not in happiness.” and “Life has no blessing like a prudent friend.”

(Amigos mostram seu amor em tempos de dificuldade, não em felicidade.” e “A vida não tem bênção como um amigo prudente.)

Epicuro (341–270 B.C.):

“It is not so much our friends’ help that helps us as it is, as the confidence of their help.”

(Não é tanto a ajuda de nossos amigos que nos ajuda como é, mas a confiança de sua ajuda.)

Plautus (Titus Maccius Plautus) (c.254–c.184 B.C.):

“Nothing but heaven itself is better than a friend who is really a friend.”

(Nada além do próprio céu é melhor do que um amigo que é realmente um amigo.)

Plutarco (Lucius Mestrius Plutarchus) (c.45–c.120 A.D.):

“I don’t need a friend who changes when I change and who nods when I nod; my shadow does that much better.”

(Não preciso de um amigo que mude quando eu mudo e que acene com a cabeça quando eu aceno; minha sombra faz isso muito melhor.)

Frases de poetas sobre a amizade em inglês 

Assim como os filósofos, os poetas deram grande importância à amizade. Podemos ver isso olhando para os aforismos de muitos poetas famosos. Reunimos citações dos poetas mais famosos sobre amizade, seguem:

“Thy friendship oft has made my heart to ache; do be my enemy-for friendship’s sake.”

(Tua amizade muitas vezes fez meu coração doer; seja meu inimigo – por amor à amizade.)

William Blake

“Friendship is always a sweet responsibility, never an opportunity.”

(A amizade é sempre uma doce responsabilidade, nunca uma oportunidade.)

Khalil Gibran

“Friendship is Love without his wings!”

(Amizade é Amor sem asas!)

Lord Byron

“A friendship that like love is warm; A love like friendship, steady.”

(Uma amizade que como o amor é calorosa; Um amor como amizade, firme.)

Thomas Moore

“Friendship is a sheltering tree.”

(A amizade é uma árvore protetora.)

Samuel Coleridge

“Friendship is a disinterested commerce between equals; love, an abject intercourse between tyrants and slaves.”

(A amizade é um comércio desinteressado entre iguais; amor, uma relação abjeta entre tiranos e escravos.)

Oliver Goldsmith

“Friendship is certainly the finest balm for the pangs of disappointed love.”

(A amizade é certamente o melhor bálsamo para as dores do amor desapontado.)

Jane Austen

“Friendship is a word, the very sight of which in print makes the heart warm.”

(Amizade é uma palavra, cuja simples visão impressa aquece o coração.)

Augustine Birrell

“Friendship is one of the most tangible things in a world which offers fewer and fewer supports.”

(A amizade é uma das coisas mais tangíveis em um mundo que oferece cada vez menos apoio.)

Kenneth Branagh

“Friendship is a strong and habitual inclination in two persons to promote the good and happiness of one another.”

(A amizade é uma inclinação forte e habitual em duas pessoas para promover o bem e a felicidade um do outro.)

Eustace Budgell

“Friendship is like money, easier made than kept.”

(Amizade é como dinheiro, mais fácil de fazer do que manter.)

Samuel Butler

Citações Famosas sobre a Amizade de Cientistas em inglês

Os cientistas, como pensadores e poetas, têm pensamentos sobre a amizade. Veja alguns deles abaixo:

Charles Darwin

“A circumstance which influenced my whole career more than any other was my friendship with Professor Henslow. A man who knew every branch of science…. During the latter half of my time at Cambridge took long walks with him on most days; so that I was called by some of the dons “the man who walks with Henslow.”

Uma circunstância que influenciou toda a minha carreira mais do que qualquer outra foi a minha amizade com o professor Henslow. Um homem que conhecia todos os ramos da ciência… Durante a segunda metade do meu tempo em Cambridge fiz longas caminhadas com ele na maioria dos dias; de modo que fui chamado por alguns dos dons de “o homem que anda com Henslow.

Freeman Dyson

“Human societies are glued together with conversation and friendship. Conversation is the natural and characteristic activity of human beings. Friendship is the milieu within which we function.”

(As sociedades humanas são coladas com conversas e amizades. A conversação é a atividade natural e característica dos seres humanos. A amizade é o meio em que funcionamos.)

Freeman Dyson

“I belonged to a small minority of boys who were lacking in physical strength and athletic prowess. … We found our refuge in science. … We learned that science is a revenge of victims against oppressors, that science is a territory of freedom and friendship in the midst of tyranny and hatred.”

(Eu pertencia a uma pequena minoria de meninos que careciam de força física e destreza atlética. … Encontramos nosso refúgio na ciência. (…) Aprendemos que a ciência é uma vingança das vítimas contra os opressores, que a ciência é um território de liberdade e amizade em meio à tirania e ao ódio.)

Justus von Liebig

“I cannot let the year run out without sending you a sign of my continued existence and to extend my sincere wishes for the well-being of you and your dear ones in the New Year. We will not be able to send New Year greetings much longer; but even when we have passed away and have long since decomposed, the bonds that united us in life will remain and we shall be remembered as a not too common example of two men, who truly without envy and jealousy, contended and struggled in the same field, yet nevertheless remained always closely bound in friendship.”

(Não posso deixar o ano acabar sem lhe enviar um sinal de minha continuidade de existência e estender meus sinceros votos de bem-estar para você e seus entes queridos no Ano Novo. Não poderemos enviar cumprimentos de Ano Novo por muito mais tempo; mas mesmo depois de falecidos e há muito decompostos, os laços que nos uniram na vida permanecerão e seremos lembrados como um exemplo não muito comum de dois homens, que verdadeiramente sem inveja e ciúme, contenderam e lutaram no mesmo campo, mas, no entanto, sempre permaneceu intimamente ligado na amizade.)

Thomas Taylor

“that certain numbers were called amicable by those who assimilated the virtues and elegant habits to numbers.” He adds, “that 284 and 220 are numbers of this kind; for the parts of each are generative of each other according to the nature of friendship, as was shown by Pythagoras. For some one asking him what a friend was, he answered, another I (ετεϑος εγω) which is demonstrated to take place in these numbers.” [“Friendly” thus: Each number is equal to the sum of the factors of the other.]”

(Aqueles que assimilavam virtudes e hábitos elegantes em números chamavam certos números de amigáveis. 284 e 220 são esses números; Como Pitágoras mostrou, as partes de cada um são mutuamente produtivas de acordo com a natureza da amizade. Para alguém perguntando o que é um amigo, ele respondeu; “outro eu” mostrado para ser incluído nessas figuras. [“Amigável” assim: Cada número é igual à soma dos fatores do outro.])

Albert Einstein

“It was my good fortune to be linked with Mme. Curie through twenty years of sublime and unclouded friendship. I came to admire her human grandeur to an ever growing degree. Her strength, her purity of will, her austerity toward herself, her objectivity, her incorruptible judgement— all these were of a kind seldom found joined in a single individual… The greatest scientific deed of her life—proving the existence of radioactive elements and isolating them—owes its accomplishment not merely to bold intuition but to a devotion and tenacity in execution under the most extreme hardships imaginable, such as the history of experimental science has not often witnessed.”

Foi minha sorte estar ligada à Sra. Curie através de vinte anos de amizade sublime e sem perturbações. Passei a admirar sua grandeza humana em um grau cada vez maior. Sua força, sua pureza de vontade, sua austeridade em relação a si mesma, sua objetividade, seu julgamento incorruptível – tudo isso era de um tipo raramente encontrado reunido em um único indivíduo … O maior feito científico de sua vida – provando a existência de elementos radioativos e isolando eles – deve sua realização não apenas à intuição ousada, mas a uma devoção e tenacidade na execução sob as mais extremas dificuldades imagináveis, como a história da ciência experimental não testemunhou com frequência.

Louis Orr

“Science will never be able to reduce the value of a sunset to arithmetic. Nor can it reduce friendship or statesmanship to a formula. Laughter and love, pain and loneliness, the challenge of beauty and truth: these will always surpass the scientific mastery of nature.”

(A ciência nunca será capaz de reduzir o valor de um pôr do sol à aritmética. Tampouco pode reduzir a amizade ou o estadismo a uma fórmula. Risos e amor, dor e solidão, beleza e o desafio da verdade: estes sempre transcenderão o domínio científico da natureza.)

Aldous (Leonard) Huxley

“If we evolved a race of Isaac Newtons, that would not be progress. For the price Newton had to pay for being a supreme intellect was that he was incapable of friendship, love, fatherhood, and many other desirable things. As a man he was a failure; as a monster he was superb.”

Se evoluíssemos uma raça de Isaac Newtons, isso não seria progresso. Pois o preço que Newton teve que pagar por ser um intelecto supremo foi que ele era incapaz de amizade, amor, paternidade e muitas outras coisas desejáveis. Como homem, foi um fracasso; como um monstro, ele era soberbo.

James Joseph Sylvester

“Professor Cayley has since informed me that the theorem about whose origin I was in doubt, will be found in Schläfli’s De Eliminatione. This is not the first unconscious plagiarism I have been guilty of towards this eminent man whose friendship I am proud to claim. A more glaring case occurs in a note by me in the Comptes Rendus, on the twenty-seven straight lines of cubic surfaces, where I believe I have followed (like one walking in his sleep), down to the very nomenclature and notation, the substance of a portion of a paper inserted by Schlafli in the Mathematical Journal, which bears my name as one of the editors upon the face.”

(Professor Cayley desde então me informou que o teorema sobre cuja origem eu estava em dúvida, será encontrado no De Eliminatione de Schläfli. Este não é o primeiro plágio inconsciente de que sou culpado em relação a esse eminente homem cuja amizade me orgulho de reivindicar. Um caso mais gritante ocorre em uma nota minha no Comptes Rendus, nas vinte e sete linhas retas de superfícies cúbicas, onde acredito ter seguido (como quem caminha em seu sono), até a nomenclatura e notação, o substância de uma parte de um artigo inserido por Schlafli no Mathematical Journal, que leva meu nome como um dos editores no rosto.)

Zhores Medvedev

“Science and technology, and the various forms of art, all unite humanity in a single and interconnected system. As science progresses, the worldwide cooperation of scientists and technologists becomes more and more of a special and distinct intellectual community of friendship, in which, in place of antagonism, there is growing up a mutually advantageous sharing of work, a coordination of efforts, a common language for the exchange of information, and a solidarity, which are in many cases independent of the social and political differences of individual states.”

(Ciência e tecnologia, e as várias formas de arte, unem a humanidade em um sistema único e interconectado. À medida que a ciência progride, a cooperação mundial de cientistas e tecnólogos torna-se cada vez mais uma comunidade intelectual de amizade especial e distinta, na qual, no lugar do antagonismo, cresce uma partilha de trabalho mutuamente vantajosa, uma coordenação de esforços, uma uma linguagem comum para a troca de informações e uma solidariedade, que em muitos casos são independentes das diferenças sociais e políticas de cada Estado.)
>
×